Monumento ao Progresso: como você nunca viu


O Monumento ao Progresso (por vezes denominado Monumento a Ramos de Azevedo) é um conjunto escultórico em bronze e granito, localizado na cidade de São Paulo. Executado pelo escultor Galileo Emendabili, o monumento é uma homenagem póstuma ao engenheiro-arquiteto e urbanista Francisco de Paula Ramos de Azevedo.


Inaugurado em 1934 diante de uma de suas obras mais celebres, a Pinacoteca do Estado, o monumento foi transferido para a Cidade Universitária – USP em 1973, onde permanece até hoje, na praça que leva o nome do engenheiro-arquiteto.


Trata-se de um conjunto escultórico de grandes proporções, composto por uma grande base retangular, com 15,5 metros de comprimento por 13 metros de largura e 5,6 metros de altura. Sobre esta base, erguem-se duas fileiras de colunas dóricas, ambas sustentando uma arquitrave onde se apoia a figura com o cavalo alado, no topo. A altura total do monumento é de 23,7 metros.


Ao topo do monumento figura uma alegoria ao Progresso toda em Bronze, representada pela imagem de um Gênio, montado em um cavalo alado, em cuja mão repousa a deusa Nice, personificação da Vitória. Nas laterais do pedestal, quatro figuras femininas representam alegoricamente a Arquitetura, a Pintura, a Escultura e a Engenharia. Na face sul, o grupo dos Construtores simboliza os trabalhadores. Na face norte do pedestal, impõe-se a figura de Ramos de Azevedo, tendo uma planta de um projeto ao colo.


O detalhamento aéreo do monumento foi realizado por nós da Alhambra Projetos com o auxílio de um Drone 3DR SOLO, equipamento de última geração especialmente desenvolvido para análise aérea de estruturas e tomadas aerofotogramétricas.

Posts Em Destaque
Posts Recentes